domingo, fevereiro 03, 2013

Para este domingo

Lembrando, com amizade e  saudade, outros carnavais de há uns anos



Fáfá de Bélem

A côr do meu batuque
Tem o toque, tem o som
Da minha voz
Vermelho, vermelhaço
Vermelhusco, vermelhante
Vermelhão...

O velho comunista se aliançou
Ao rubro do rubor do meu amor
O brilho do meu canto tem o tom
É a expressão da minha côr
Vermelho!...

A côr do meu batuque
Tem o toque, tem o som
Da minha voz
Vermelho, vermelhaço
Vermelhusco, vermelhante
Vermelhão...

O velho comunista se aliançou
Ao rubro do rubor do meu amor
O brilho do meu canto tem o tom
E a expressão da minha côr
Meu coração!...

Meu coração é vermelho
Hei! Hei! Hei!
De vermelho vive o coração
He Ho! He Ho!
Tudo é garantido
Após a rosa vermelhar
Tudo é garantido
Após o sol vermelhecer...

Vermelhou o curral
A ideologia do folclore
Avermelhou!
Vermelhou a paixão
O fogo de artifício
Da vitória vermelhou...

A côr do meu batuque
Tem o toque, tem o som
Da minha voz
Vermelho, vermelhaço
Vermelhusco, vermelhante
Vermelhão...

O velho comunista se aliançou
Ao rubro do rubor do meu amor
O brilho do meu canto tem o tom
E a expressão da minha côr
Vermelho!...

A côr do meu batuque
Tem o toque, tem o som
Da minha voz
Vermelho, vermelhaço
Vermelhusco, vermelhante
Vermelhão...

O velho comunista se aliançou
Ao rubro do rubor do meu amor
O brilho do meu canto tem o tom
E a expressão da minha côr
(Vermelho!)
Meu coração!...

Meu coração é vermelho
Hei! Hei! Hei!
De vermelho vive o coração
He Ho! He Ho!
Tudo é garantido
Após a rosa vermelhar
Tudo é garantido
Após o sol vermelhecer...

Vermelhou o curral
A ideologia do folclore
Avermelhou!
Vermelhou a paixão
O fogo de artifício
Da vitória vermelhou.

6 comentários:

Graciete Rietsch disse...

"O meu coração é vermelho"

Um beijo.

samuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
samuel disse...

Mesmo apesar da Fafá... gosto muito da cantiga. :-)

Só porque sim... aqui vai a gravação original, do cantor David Assayag, que entre muitas toadas gravou esta, da autoria do compositor popular Chico da Silva.

Abraço.

http://youtu.be/WmvWr8XMdrk

Rogério Pereira disse...

O fogo de artifício
Da vitória vermelhou.

Irá avermelhar

(levo a sugestão do Samuel, talvez para editar mais tarde...)

Justine disse...

Vamos a um "pezinho de dança"??:)))

Ana Alves Miguel disse...

Sonhamos, lutamos e alcançamos vitórias! De punho erguido sonhamos razões que têm movido gerações! Acusam-nos de sermos vermelhos e de sermos uma minoria que sonha alto. Somos os que não desistem de acreditar no sonho e há muito que somos quem traz a confiança à luta de todos!
Se não tivessemos sonhado, lutado e mobilizado o que teriamos passada a sublevação militar da madrugada de 24 de Abril de 1974?