sábado, abril 06, 2013

Curiosamente, e isto é uma maneira de dizer.

Curiosamente, e isto é uma maneira de dizer..., o parecer do TC poderá ter colocado, aparentemente, a batata quente nas mãos do P da R e do PS, ou, melhor dizendo, de um Seguro. Ambos "às aranhas".
Se, repito: se o governo tomar a única posição politicamente inteligente e decente (há destes "casamentos"?!), demite-se.
Feito isto - se  feito for - o P da R ou convoca eleições - o que manifestamente não quer, até porque entraria na mais gritante contradição com o que tem dito -, ou procura uma "solução" em que entre o PS, como é - de há muito - o seu desejo. Ao fazer isto, o que fará Seguro?, o que não é mesmo que dizer o PS.

No entanto, a nosso ver, a solução deste embróglio está noutro lado. Está na luta contra esta política. Que apenas se pode reforçar acima destes "jogos de bastidor" ou de cúpulas que nem copular sabem. Embora não pensem senão em copular quem tem de continuar a luta. E de a reforçar.

Há o exterior, e os credores, e os mercados, e o FMI, e a U.E.? Ah, pois há. Mas também há (ainda?!) Portugal e os portugueses.

2 comentários:

Rogério Pereira disse...

"a nosso ver, a solução deste embróglio está noutro lado. "

Isso mesmo!

Graciete Rietsch disse...

E os portugueses precisam de ACORDAR e convencerem-se de que o destino de Portugal está nas suas mãos.

Um beijo.