terça-feira, dezembro 22, 2015

Com quantos zeros se escreve mil milhões?

... para começar, há quem, a partir de outras línguas que não a portuguesa de Portugal, diga biliões quando, em português de Portugal, bilião é milhão de milhões, logo... só (!) se escreve com 9 zeros (000.000.000) e não com 12 zeros (000.000.000.000).
Com estes zeros todos (com algarismos a antecederem 9 zeros), se vai escrevendo "capitalismo regulador" (com a "regulação independente" atribuído a um banco central nacional dependente de um banco central europeu). 
E a "beleza" da gestão privada a provocar medidas do governo que está ao seu serviço e lhes transfere rendimentos dos trabalhadores e de mais quem pague impostos. 
Até quando.

a propósito: 
salário mínimo escreve-se apenas com um zero!

3 comentários:

Maria disse...

E tem só três dígitos antes da vírgula. Ou do ponto, conforme quiserem...

Pata Negra disse...

Sérgio, venho aqui, em nome da "velha amizade blogosférica", desejar-te Boa Noite e uma ano novo cheio de propriedades..

rui disse...

A Política com um Novo Paradigma


BPN, BES, Novo Banco, Banif... e... por aonde é que anda a capacidade negocial do contribuinte!!!???!!!???!!!
.
Ora, de facto, por muitos mestres/elite em economia que existam por aí... porque é que quem paga (vulgo contribuinte) não há-de ter uma palavra a dizer!!!???!!!???!!!
.
Mais, foram mestres/elite em economia que enfiaram ao contribuinte autoestradas 'olha lá vem um', estádios de futebol vazios, BPN, BES, Novo Banco, Banif, etc.
.
.
O CONTRIBUINTE NÃO PODE IR ATRÁS DA CONVERSA DOS PAROLIZADORES DE CONTRIBUINTES - estes, ao mesmo tempo que se armam em arautos/milagreiros em economia (etc), por outro lado, procuram retirar capacidade negocial ao contribuinte!!!
.
Mais, quando um cidadão quando está a votar num político (num partido) não concorda necessariamente com tudo o que esse político diz!
Leia-se, um político não se pode limitar a apresentar propostas (promessas) eleitorais... tem também de referir que possui a capacidade de apresentar as suas mais variadas ideias de governação em condições aonde o contribuinte/consumidor esteja dotado de um elevado poder negocial!!!
-» Ver blogs « http://fimcidadaniainfantil.blogspot.pt/ » e « http://concorrenciaaserio.blogspot.pt/ ».
.
.
.
Anexo:
O CONTRIBUINTE TEM QUE SE DAR AO TRABALHO!!!
-» Leia-se: o contribuinte tem de ajudar no combate aos lobbys que se consideram os donos da democracia!
---»»» Democracia Semi-Directa «««---
-» Isto é, votar em políticos não é (não pode ser) passar um cheque em branco isto é, ou seja, os políticos e os lobbys pró-despesa/endividamento poderão discutir à vontade a utilização de dinheiros públicos... só que depois... a ‘coisa’ terá que passar pelo crivo de quem paga (vulgo contribuinte).
-» Leia-se: deve existir o DIREITO AO VETO de quem paga!!!
[ver blog « Fim-da-Cidadania-Infantil »]