domingo, maio 03, 2015

Para este domingo - Rosa de Hiroshima



Lembrando o que não pode ser esquecido.
E o Apelo de Estocolmo, de 1950

Rosa de Hiroshima
Ney Matogrosso

Pensem nas crianças
Mudas telepáticas
Pensem nas meninas
Cegas inexatas
Pensem nas mulheres
Rotas alteradas
Pensem nas feridas
Como rosas cálidas
Mas, oh, não se esqueçam
Da rosa da rosa
Da rosa de Hiroshima
A rosa hereditária
A rosa radioativa
Estúpida e inválida
A rosa com cirrose
A anti-rosa atômica
Sem cor sem perfume
Sem rosa sem nada

5 comentários:

Isabel Lourenço disse...

Enquanto vivos estejamos, não deverá ser esquecido,e tudo deveremos fazer para que os nossos...assim o façam!

Mar Arável disse...

Hoje
a minha mãe com 90 anos

não admite ser discriminada

Sérgio Ribeiro disse...

parabéns ao amigo... e à mãe do amigo.
um abraço

Carlos Ramos disse...

É sempre bom lembrar o que não pode ser esquecido. Obrigado

Anónimo disse...

poema de Vinicius de Moraes e música de Gerson Conrad (Secos & Molhados)