quarta-feira, dezembro 05, 2012

Joaquim Benite

Há tantos anos!
No Diário de Lisboa,  na CDE, há mais de 40 anos.
Na estreia do Grupo de Teatro de Campolide, com o avançado centro morreu ao amanhecer, em 1971.
No Século, em O Diário.
Na "construção" do teatro em Almada.

Viamo-nos muito pouco.
Sempre um sorriso, uma palavra, um abraço. Amigos.
Uma vida curta (porque mais longa a queríamos, e precisa era) mas cheia. Que deixa marca e futuro.

4 comentários:

Maria disse...

Ainda há meia dúzia de dias falava com amigos sobre Campolide e o Fulgor e Morte de Joaquim Murieta.
Que coisa...

Rogério Pereira disse...

Deixa marca, futuro e memórias...

Graciete Rietsch disse...

Outra notícia bem triste. Mais um amigo que parte.

Um beijo.

Olinda disse...

Mais um imprescindîvel que nos deixa!

Bjo