quarta-feira, agosto 06, 2008

As máscaras do imperialismo

Em 1972, publicava-se, na Prelo Editora, na colecção documentos, um volume com o título A China e as raizes da "sinofilia" ocidental, colectânea de textos com a explicitada intenção de, citando Togliatti, de "... realizar um grande esforço para explicar quais foram as condições históricas, políticas de partidos e pessoais que contribuiram para criar a divergência e conflitos actuais" (O memorial de Ialta, 1964). Lembro que logo houve quem se tivesse "indignado" e publicado um livro sobre a "sinofobia" que nos moveria... assim alimentando a sinofilia. Tempos!

Hoje, quero publicar "isto":

Porque será?

O que é que faz da China-dos-jogos-olímpicos diferente
e tão merecedora de atenção tão atenta, veneranda, e obrigada,
e faz pulular tantos zelosos, intransigentes,
indefectíveis defensores dos direitos humanos
(seja de milhões de milhões de anónimos,
seja de uns quantos monges bonzos
seja, ainda e até à hora da nossa morte,
de um cidadão fotografado
postado em frente a um tanque na Praça Tianamen)?

Será por não ter um Guantanamo,
por não ficar nos arredores de Bagdad,
por não ter um murito como aquele que Israel levantou,
será por não se situar nos Balcãs,
ali enclavada para se desenclavar
e vir a ser mais um país livre, livre, livre,
cheio de liberdade de mercado;
será por não ser um chinês que está na fotografia
em que um qualquer dispara uma bala que se vê entrar
na cabeça de um vietnamita da História (e sentimos como se na nossa entrasse);
será por se ter de se fazer aquela sofisticada montagem
(mais uma...)
onde um juiz de partida de uma corrida de 100 metros
se prepara para disparar sobre um chinês
em posição de começar a corrida que não fará
(curioso: não sentimos esse tiro!…
porque não entrou na nossa cabeça,
porque se sabe que tudo é montagem, que tudo é falso,
que tudo é mentira!)?

E por tudo o tanto tentado
e pelos atentados consumados,
... será?

Será o quê?
Porquê a China?
Onde está a diferença?

Não será por ser um país, o mais populoso do mundo,
e o que mais miserável era,
e que, há décadas tem no poder um Partido
(que se diz, e afirma e assina, e parece que quer ser)
Comunista?

E como estes Jogos Olímpicos me lembram uns outros,
em tempos de sinofilia, de 1980, em Moscovo,
então capital de uma União Soviética,
onde não havia os/estes mesmos direitos humanos…
… como há agora por lá,
os direitos a umas dezenas serem escandalosamente milionários,
e outros, aos milhões, escandalosamente explorados,
sem educação para todos,
sem saúde para todos,
sem outros direitos…
… que não sejam... os “humanos”!,
estes,
os que não entram nas fábricas, nas empresas,
nos grupos financeiros, nas Bolsas,
os que não são direitos dos trabalhadores, dos povos.

Ah! a miséria do capitalismo!, ah!, as máscaras do imperialismo!

16 comentários:

Anónimo disse...

Então camarada, nem uma palavrinha alegre sobre a morte do traidor Alexander Solzhenitsyn!?!?!?!

Sérgio Ribeiro disse...

Há comentários e comentadores que não mando para o lugar de onde vêm e onde pertencem, o lixo, para que fique a prova de que existem... e são perigosos porque, como lixo que são, estão contaminados e podem provocar pandemias.
E é preciso estarmos atentos.

Anónimo disse...

Tadinho! O pobre, além de não ter nome, também não tem imaginação: diz sempre a mesma coisa.

Campaniça

Fernando Samuel disse...

Lembro-me bem desse livro - que hei-de ter guardado aí em qualquer sítio.

É claro que a China de hoje lhes mete muito mais medo do que a China desses tempos longínquos...

Abraço.

Anónimo disse...

Muito bem Sérgio!
Para o amigo do Alex.(ou do suor alheio?)vai um uso retirado de-- Gavião-Memórias do Concelho.

Exorcismo

(Bate-se três vezes com o pé no chão e diz-se:)
Sete raios tem o sol,
Sete raios tem a lua,
Tira-te daqui demónio,
Que esta alma não é tua.

Atentíssimos!

Maria disse...

Saio daqui com "uma raiva a crescer-me nos dentes, não me digas que não me compreendes..."

Os jogos de Moscovo foram o que foram, apesar do boicote (que não resultou).
Vamos ver estes...

Gostei de te ler, Sérgio

Abraço

Anónimo disse...

Pois é camarda, infelizmente não temos por ca Gulags para onde enviar esse lixo.
Mas sempre atentos camaradas. Isto fica tudo registado e daqui a uns tempos, se Marx quiser, quando o amanhã cantar havera certamente uma reeducacao num qualquer alegre gulag!!

Anónimo disse...

-Não esquecer as milhares de vitimas da Operação Condor.O financiamento e apoio logístico aos mercenário no ex.Zaire depois do assassinato de Lider nacionalista e primeiro ministro do Congo Lumumba. Assassinado por agentes da CIA em 1960. a Lista é tão extensa que os "defensores" dos "direitos humanos2 e outros palhaços aparentados não a conseguem enxergar...e fico por aqui que é melhor.
a.ferreira

Sérgio Ribeiro disse...

Campaniça - deixa lá... fica ali ex posto. Beijos
Fernando Samuel - ... e não sabem como lhe dar a volta. Como gostei de ter dito, havia a dúvida se a OMC ia conseguir entrar na China, ou se era a China que ia entrar na OMC. Abraços
José Rodrigues - vou experimentar. Pode ser que resulta cá para uns certos visitantes. Abraços
Maria - obrigado. Por tudo, a começar pela citação. Abreijo
A,Ferreira - não esquecer! E há tanto para lembrar... Abraços

Quanto ao... resto, há mesmo quem esteja a precisar de reeducação, se o prefixo re não está a mais! Haja alegria...

Anónimo disse...

Haja alegria! Passarinhos a cantar, todos juntos de mao dada vamos para a ceara de todos nós comumente partilhar... titiri-ririri, titiri-ririri ... senão!!!!

rotfl. you guys just kill me. ai ai

Mas e que tal fazer uma festa, com tatro, poemas e musica de intervenção, pá!, a comemorar a morte do traidor Alexander Solzhenitsyn!?!?!?!

Sérgio Ribeiro disse...

Eu não vou comentar esse cumuna, ou cumoona, ou escumalha, ou lá atrás do que se esconde, mas vou registar a informação de que aquele escritor russo que ganhou um Prémio Nobel pelas suas qualidades de dissidência morreu. É que eu julgava que ele tinha morrido num goulag ou torturado pela KGB quando começou a escrever aquelas coisas, Afinal não! Foi só agora, perto dos 90 anos, o que, julgo eu..., não deu alegria nenhuma a ninguém.
Devo estar a fazer confusão com coisas que se passaram aqui em Portugal com um "pintor" a quem a morte encontrou quando desceu à rua em dois tiros de um PIDE. Mas desse (e de tantos outros) o tal escumalha nem sequer sabe o nome e tem raiva a quem sabe. Mas eu lembro-me com uma enorme emoção: José Dias Coelho.
Haja um mínimo de respeito!

Anónimo disse...

-Essa coisa que dá pelo nome de cumuna, pertence à gens dos bufos da Pida pelo lado da mãe e como não sabem quem é o pai são filhos da LP.
-Não ligues camarada. -Manda o gajo aquela parte.
a.ferreira

samuel disse...

Zoljeni... quê???!

A menos que seja aquele russo ultranacionalista, místico ultra-ortodoxo, fascista, violentamente anti-semita, que nem os ultras dos EUA conseguiram utilizar nas suas campanhas anti-comunistas e contra tudo os que lhes parecesse de esquerda, tal era o embaraço público que as suas nobelizadas atoardas reaccionárias e extremistas contra o ocidente e a sua "decadência moral" provocavam, deixando-o "alone" durante 18 anos algures nos EUA, esse "paladino da liberdade", simpatizante de Pinochet e derivados, defensor da pena de morte para os chechenos rebeldes e que só depois de muitos anos do seu regresso à Rússia tinha finalmente encontrado um governo com que simpatizava, exactamente o governo de gangsters e cleptocratas que tomaram o Kremlin de assalto, dirigidos pelo perigoso lunático Putin... esse, a quem o erro histórico que foi a sua perseguição pelo poder soviético, em vez do debate frontal, facto que teve como único e triste resultado a transformação de um ultra-reaccionário autocrático em símbolo da luta pela liberdade, o que nunca mereceu e em prémio Nobel da literatura, para o que nunca teve talento...
...como disse a começar, se é esse, não me pronuncio. É pessoa que não me interessa e que portanto não festejo nem viva nem morta!

Abraço, Sérgio
(Se calhar o "cumoona" nem estava a referir-se concretamente a este Soljeni-qualquer-coisa e eu acabei por encher a caixa de comentários, para nada...)

miguel disse...

um grande abraço. desmascarar é urgente. mas não podemos esquecer que a RPC também tem um importante papel a desempenhar nestes JO - mostrar-se ao mundo - e está também um pouco nas suas mãos o que quer mostrar.

Sérgio Ribeiro disse...

Ó meus amigos, às vezes estes escumalhas que por aqui aparecem até têm a vantagem de nos levar a dizer coisas... que têm de ser ditas. Obrigado por as terem vindo dizer.
Abraços

yanmaneee disse...

yeezy boost
curry shoes
curry 6
kd shoes
air jordan
golden goose
jordan shoes
air max 2017
jordan shoes
kobe basketball shoes