segunda-feira, julho 03, 2006

"As memórias, os traumas" e as (pequenas) glórias

No foto&legenda, o Nuno Abreu e o Sérgio Faria publicaram um dos seus excelentes posts (convido à visita).
Não resisti, comentei e aqui venho trazer memórias, glórias e os traumas. Pedindo desculpas pela qualidade das fotografias ... falta-lhe os engenhos e a arte do Nuno. E têm mais de 50 anos! Quanto à legenda, é o que a memória traz.
Então, os postes e as traves eram de madeira, iamos buscá-los à serração de Pinhel para montar as balizas no campo de S. Sebastião, no terreno cedido pelo Silva e onde já passara o cilindro e, nas vésperas dos jogos, por lá estávamos o dia todo a tirar as pedras maiores e a fazer as marcações com cal.
G'andas jogatanas.
A minha estreia nos Águias foi também a (re)estreia do campo recuperado pois o Silvita, lá do Brasil escreveu a pai, muito zangado por este ter mandado lavrar o campo que ele deixara para a malta nova que cá ficara, e tivemos de pedir, de novo, o cilindro e as traves e os postes e tudo o que foi preciso, e tudo montar e alisar o terreno e torná-lo jogável.
Foi contra o Seiça e ganhámos 3-1. Lembro tudo tão bem... pois se até meti um golo! Para o o puto de 17 anos foi uma glória.

Os traumas são os de não termos hoje onde e com quem jogar ... e doer-me um joelho que, por essas alturas, há mais de meio século!, foi operado ao menisco.

4 comentários:

GR disse...

Num tempo em que jogar futebol era;
Passatempo, agilidade, desenrasca, improvisação, desporto, acima de tudo Amizade!
Podia-se torcer um pé, partir uma mão! Mas havia solidariedade!
Era o jogo a preto e branco, sem as cores garridas da corrupção, do “ganho a qualquer preço”!
Talvez por isso a tua memória esteja tão viva!

GR

Anónimo disse...

porra, pá, que menisco fraquinho.

Sérgio Ribeiro disse...

Fraquinho, ó homónimo? Ainda se aguenta!
E outro, do outro joelho, interno os dois, foi igualmente à vida. No tempo em que os meniscos ainda não conheciam o laser...
Uma carreira que ficou pelos primórdios e os golos ao Seiça!

João Amaro Correia disse...

também eu marquei os meus golos nesse campo que hoje é de alcatrão.
e há ainda o s.gens, abandonado...

mas nada que se comparasse à glória dos "águias", a ressoar sempre o glorioso slbenfica!