terça-feira, abril 28, 2009

Ao que fui forçado!

Tenho andado por ai, pela blogosfera, embrulhado numa discussão com um senhor que, a partir de um blog e de uma classificação das "prestações" dos deputados no PE, feita por um deputado italiano, disse coisas evidentemente erradas, e tirou conclusões "avaliadoras" eivadas de profunda má-fé e primário anti-comunismo, como acabo de concluir em definitivo. Encerrei o episódio, e com ele não perderei mais tempo. Mas, embalado pelas tentativas de esclarecer (enquanto não me provou a sua má-fé), venho aqui anotar que a avaliação tão-só quantitativa das "prestações" dos portugueses eleitos para o PE é impressionantemente esmagadora a favor de quem foi eleito nas listas da CDU.
Quase no fim da legislatura (por isso, ainda sujeito a actualizações), quanto a relatórios, a mais relevante das intervenções, os 2 mandatos PCP fizeram a média de 7 relatórios contra 5,3 da média dos 7 mandatos do PSD, 3,1 da média dos 12 mandatos do PS, 1,5 da média dos 2 mandatos do CDS/PP, e 1 relatório do único mandato do BE; quanto a intervenções no plenário, a média dos 2 mandatos PCP é de 699,0 contra 91,0 da média dos 7 PSD, 138,9 dos 12 PS, 445,5 dos 2 CDS/PP e 41 intervenções do BE; quanto a perguntas, a média dos 2 mandatos PCP é de 335,5 contra 14,3 dos 7 PSD, 41,8 dos 12 PS, 141 dos 2 CDS/PP e 13 do BE.
Para que fique claro, de uma vez por todas - e para quem esteja de boa fé -, contribui para este resultado entre fim de Julho de 2004 e 11 de Janeiro de 2005, isto é, em menos de 4 meses "úteis". Apenas dois deputados - uma francesa e um húngaro, cada um apenas com uma intervenção em plenário e nada mais - transmitiram os mandatos antes de eu o ter feito.
Assim tendo sido, se eu tivesse tido a média das "prestações" quantitativas da classificação aproveitada para se tirarem falaciosas conclusões, em vez de estar no 718º lugar entre 920 deputados deveria estar em 918º, apenas com dois abaixo de mim. Ora a minha "prestação" quantitativa - 1 relatório, 26 intervenções em plenário e 13 perguntas - fez com que, para além do que importa, que é ter contribuído para o mandato que Pedro Guerreiro continuou, me colocou 200 lugares acima do que a proporcionalidade do tempo que estive em funções justificaria.
E só voltarei à questão, de modo nenhum das que merecem atenção prioritária, para actualizar os dados com a legislatura completa, sempre com os "meus números" - inalteráveis - a somar aos que Pedro Guerreiro vai adicionando na única coisa que é comparável com os outros mandatos, o mandato que nós dois cumprimos, eleitos na lista da CDU pelo PCP, em representação dos portugueses.

19 comentários:

samuel disse...

Entendo a irritação... mas tens cá uma paciência!...

Abraço

A.Teixeira disse...

Essencialmente, a sua justificação para o embaraçoso lugar que ocupa baseia-se nos escassos meses em que ocupou o lugar, circunstância que, segundo diz não terá sido levada em conta para aquele resultado.

Tome agora em atenção os resultados quantitativos do seu trabalho – retirados do site recomendado por si… – quando comparados com o eurodeputado Duarte Freitas (PSD) comparando-os com o seu:

Perguntas: Sérgio Ribeiro – 13 Duarte Freitas – 23
Propostas de Resolução: Sérgio Ribeiro – 3 Duarte Freitas – 2
Relatórios: Sérgio Ribeiro – 1 Duarte Freitas – 7
Pareceres: Sérgio Ribeiro – 0 Duarte Freitas – 2
Intervenções: Sérgio Ribeiro – 26 Duarte Freitas – 139

A Conclusão aparente: Duarte Freitas tem uma prestação quantitativamente muito superior à de Sérgio Ribeiro, logo deverá estar muito melhor classificado…

Mas a Conclusão está errada. Na realidade, na classificação do Parlorama que tanto se tem afadigado a contestar, Duarte Freitas encontra-se em 781º lugar, 63 lugares depois de si, o que prova que, ao contrário das suas justificações, o factor tempo foi levado em conta para aquela classificação que tanto o embaraça, a si e ao seu partido.

E se dúvidas tivesse quanto à justiça da sua classificação, este afã nervoso demonstrado por si em a rebater e, sobretudo, a forma não substanciada como o fez são, para mim, eloquentes da sua mediocridade.

Bruno disse...

...aprendi a calcular a média no 5º ano.

miguel disse...

Sérgio, toma lá um abraço que não tenho comprimidos para a falta de paciência.

cristal disse...

Um grande "ignoro" é a melhor coisa a fazer a sujeitinhos assim... Um abraço com o enorme respeito e consideração que a tua honestidade em TUDO, a tua coerência de vida TOTAL, a tua ENORME paciência com o mundo, a tua INABALÁVEL fé nos seres humanos, apesar de "espécimes" como o que aqui se revelou, me merecem desde que te conheço... há um ror de anos.

Antonio Lains Galamba disse...

este teixeira será burro???? ou apenas mentecapto?
tenham dó do homem que ele sofre de uma pandemia muito em voga para os lados do capital... anti comunismo primário...

abraço grande sérgio... e em tempo de canonizações aconselho-te a santíssima paciência.

Sérgio Ribeiro disse...

Depois de ter "justificado" o meu "embaraçoso lugar", e de nada mais ter a dizer a não que alguém outrém queira algum esclarecimento adicional, colocado nos devidos termos de quem leu (ou sabe ler...), encerrei o tema e cumprimento os caros visitantes deste meu cantinho, particularmente os que estão preocupados com o meu estado de espírito, cujo é de perfeita tranquilidade, aceitando os conselhos de paciência e de "ignorar" o "critério cappado" (que desconheço que exista) e quem outra coisa não merecerá. Paciência...

Anónimo disse...

Sérgio, não era minha intenção escrever sobre "gente" que nem nome de gente merece.
Apenas comsidero que te não deves preocupar a responder porque o que as lombrigas querem é a atenção de pessoas como tu. E já sabes de que é que as lombrigas se alimentam, como muito bem disse o nosso querido camarada Ary dos Santos no seu poema "As Portas que Abril Abriu".
Eu, que não sou poeta, apenas digo aquilo que a minha avó dizia ( e tu sabes ao que me refiro).
E vamos embora, que a luta não espera.
Era só o que faltava!

Um abraço da
Campaniça

Anónimo disse...

Claro que "considero" com "m" não existe.

Campaniça

GR disse...

Sérgio,

Se me permites, quero oferecer ao A. Teixeira uma viagem (só) de ida para o México.
Deixa o A.T. a falar para os…pardais.

Para ti um grande bj

GR

Sérgio Ribeiro disse...

Queridas amigas e amigos, obrigado pela solidariedade!
Depois de uma noite mais ou menos bem dormida, e enqaunto me preparo para ir até ao Tarrafal participar na homenagem a todos os que lá estiveram (e 32 lá morreram entre 36 e 42), ainda arrumei aqui umas contas "à conta" desse senhor. Sou assim, pronto... Não sou capaz de deixar coisas destas a meio. Para o Partido (que está completamente à margem deste "episódio") e para os meus amigos e para quem esteja de boa-fé, gastei ainda uns quartos de hora a arrumar, em definitivo (estou sempre a dizer isto... e a não cumprir!), informação sobre esta abordagem das "prestações" que pode ser útil. Mas que, sublinho mais uma vez, não sendo muito relevante (ou melhor: prioritária), tem de ser bem tratada e não superficial ou levianamente, como já vi por "gente nossa".
Um grande abraço para todos.

Maria disse...

Fui perto da santinha da ladeira e perdi esta troca de opiniões. Leio-a agora, e tenho de te dizer que tens cá uma paciência que muita gente (mais) nova já não tem...
Ponto morto, ponto encerrado.

Agora é tempo de cachupas e grogue. Boa viagem até ao Tarrafal, boas férias, e até à volta. Sabes onde.

Abreijos

Sérgio Ribeiro disse...

Olá, Maria, que excelente companheira de viagem serias...

No Tarrafal, me lembrarei de todos, sobretudo, claro, dos que lá estiveram e morreram.

Abreijos

Antuã disse...

Ai Teixeirinha, Teixeirinha o que tens a mais é pinguinha.

Fernando Garrido disse...

Fica sabendo, Teixeira, que a prisão no Tarrafal isenta qualquer militante de prestar contas como representante do povo em órgãos políticos. Aliás nem devia haver representantes do Povo nestes órgãos, que os do Partido já chegam e sobram, por isso tens muita sorte em que o camarada Sérgio Ribeiro esteja em Buxelas a sacrificar-se pelos trabalhadores na sua luta pela ruptura.
O México é pouco. O Teixeira devia era ir para a Sibéria fazer companhia aos 30 milhões de cadávares que também nunca nos compreenderam, de tão burros e mentecaptos que eram. Tudo uma corja de anti-comunistas primários vendidos ao capital.
Camaradas, uni-vos! Contra o capital e contra o Teixeira! Ainda nada está perdido. O 25 de Novembro foi só um contratempo, ainda podemos reconstruir o muro e o Ceausescu pode ressuscitar de um momento para o outro. Vamos acabar de vez com o Liberalismo, assando os burgueses e o patronato numa grande e mágica fogueira vermelha, nacionalizando todos os sectores da actividade económica produtiva, revitalizando as nossas UCP's, expropriando terrenos aos agricultores amantes da posse sobre o instrumento de trabalho. Vamos mostrar aos Teixeiras deste mundo a força da Ditadura do Proletariado e da ampla multidão de amplos 7% de vontantes que nos seguem. Vamos acabar com esta sociedade que deixa que tipos como este nos confontem com a nossa prestação num cargo público a título individual e com um critério externo, ainda por cima comparado com um deputado do PPD, fascista e anti-revolucionário, que só por ser desse grupo de larápios já devia estar em 921º lugar.
Enquanto o Paraíso não regressar temos que exercer a nossa célebre cobardia e asfixia de Grupo que juntamente com a tacanhez oitocentista, as camisas de flanela e o nosso tradicional ar exorcizado, compõe o figurino folclório da instituição amada.
Bem sei que sabem o quão mediocre sou, Camaradas, até porque o imagino deliberado e santificado por votação de braço no ar em pleno Comité Central (uma ampla claque duma equipa de Futebol soviético), como quando tomámos os sindicatos dos pacóvios da margem sul ou nos despedimos da nossa querida Zita Seabra que tantas saudades guarda. Mas ja sabendo de tão plural juizo peço-vos que se lembrem do afável nome próprio com que o Contra Informação nos batizou a todos.
Enquanto houver gente como esta, que nos confronta com a nossa inanidade mental, realmente o mundo continua perdido.
Até amanhã, Camaradas.

Fernando Garrido disse...

Já agora, veja lá se o forçam a trabalhar também.

Sérgio Ribeiro disse...

Com a garridez dos garridos deste mundo, exemplares de uma estirpe felizmente não dominante que a infelizmente dominante é, agora e ainda, a dos "eu não me meto nisso", aqui fica uma prosa para meter moldura à volta e colocar na parede. Que pobreza!
Olhem... paciência. E atenção, porque, como dizia o outro, eles anadm por aí!

Donagata disse...

Se não tivesse aqui vindo parar por mera casualidade. Se não tivesse lido este desarrasoado de comentários sem nível, mal educados, pouco respeitadores da liberdade que cada um tem, de exprimir opiniões próprias ainda que contrárias às minhas e, devo dizer, alguns até assustadores, para mim que sempre fui uma pessoa de esquerda, eu não acreditaria.

Isto da blogosfera é uma surpresa constante. Às vezes triste e empobrecedora, o que é pena.

Unknown disse...

走光,色遊戲,情色自拍,kk俱樂部,好玩遊戲,免費遊戲,貼圖區,好玩遊戲區,中部人聊天室,情色視訊聊天室,聊天室ut,成人遊戲,免費成人影片,成人光碟,情色遊戲,情色a片,情色網,性愛自拍,美女寫真,亂倫,戀愛ING,免費視訊聊天,視訊聊天,成人短片,美女交友,美女遊戲,18禁,三級片,自拍,後宮電影院,85cc,免費影片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,美女,成人圖片區,avdvd,色情遊戲,情色貼圖,女優,偷拍,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站,成人論壇,080聊天室,080苗栗人聊天室,免費a片,視訊美女,視訊做愛,免費視訊,伊莉討論區,sogo論壇,台灣論壇,plus論壇,維克斯論壇,聊天室