terça-feira, julho 07, 2009

Reflexões lentas... e sem compromisso mas um pouco apressadas

novaiorquinas11:

No Washington Park. Um ambiente agradável, com a miudagem (e não só) a tomar banho no pequeno lago com repuchos. Em alegre algazarra.
Ao lado, umas filmagens que atraiam mirones.
E nós a descansar da(s) caminhada(s) novaiorquinas.
A bonomia foi-nos perturbada com a descoberta, em todos os acessos ao parque - até aos pés da estátua de Garibaldi -, de um aviso da produtora do que estava a ser filmado prevenindo para eventuais pedidos de indemnização por pessoas filmadas sem autorização. Chocou-nos.















.
E lembrou-nos o que nos tinha sido contado na véspera para explicar obras nas fachadas de muitos hóteis. Resume-se em episódios:

  1. Houve quem (e alguns foram), em desespero de causa - e de dividas -, tivesse alugado um quarto em hotel e, deixando carta para a família, se tivesse atirado da janela no quarto para a rua;
  2. as famílias, ao que parece seguindo instruções do suicida, moveram acções contra os hoteis por terem janelas que permitiam que potenciais suicidas consumassem o acto;
  3. bem apoiadas por advogados especializados em acções deste tipo, as famílias ganharam as acções e receberam chorudas indemnizações;
  4. alguns hoteis começaram a cobrir as fachadas de paredes de vidro inquebrável (e esteticamente irrepreensível) para impedir que alguém se possa atirar das suas janelas à rua.

Em que mundo vivemos?

6 comentários:

Fernando Samuel disse...

Tudo é negócio...


Um abraço.

Maria disse...

Como é possível...
Por cá, no país vizinho, o "circo" foi outro. Chamou-se Cristiano Ronaldo e digo-te que... só visto!

Beijos
(já com saudades)

J.S. Teixeira disse...

Vejam o artigo relacionado com a promiscuidade entre Dinheiros público e Interesses privados no blogue O Flamingo.

samuel disse...

É o (pouco) admirável mundo novo!

Abraço

GR disse...

Uns dias sem computador e encontro-te (vos), na terra do tio Sam?!!!
Lá vou eu (nós) saber novas coisas.

É terrível as “jogadas” que se fazem por dinheiro!

Um grande bj,

GR

duarte disse...

ESTÁS NA LAND OF OPORTUNITIES?
Pois oportunismos e exageros caminham lado a lado.
do vale para os states um abraço