sexta-feira, março 31, 2006

Nota estatística à margem

Lanço aqui dois temas, para auto e multi reflexão.
"Obediência e disciplina" provoca quatro pobres comentários; "dogmatismo e ortodoxia" já vai nos 27.
Cá fico a reflectir...

4 comentários:

Anónimo disse...

"Obdiência e disciplina" não sei se hoje as pessoas ainda sabem o que quer dizer passamos do tudo ao nada, não há disciplina nas escolas,nem obdiência; em certas familias,tambem já não se sabe bem quem obdece a quem .Tenho muita pena que certos pais não consigam fazer comprender aos filhos que todo o cidadão tem que obdecer a certas regras e disciplinas senão onde irá a sociedade?
Devemos todos Refletir sobre este assunto.Não acham? Obrigado Dr Sergio por este tema. Amélia

GR disse...

Hoje não comento, mas amanhã, estou aqui!
Disciplinada que sou e tendo hoje uma reunião marcada, naturalmente que fui. Quando envolve um grande número de pessoas (colectivo) sabendo que há grande esforço (de todos nós) para estarmos presentes (mesmo com esta chuva e vento), o trabalho está primeiro! Disciplina é também, trabalho, respeito, esforço (!) mas sobretudo o QUERER, ter Vontade, ter Determinação, conseguir Projectar, Criar!
Compraram-me uma entrada para ir ver o Woody Allen- Match Point, troquei para a última sessão (1º estava a dita reunião) e estou a chegar a casa agora!
Mesmo que seja “besteira” não fujo, a esta discussão!
Não por obrigação, por questão também de disciplina!

GR

Sérgio Ribeiro disse...

Cá te esperamos, GR.
E benvinda, Amélia (é a minha vizinha aqui do Zambujal?), cada nome novo nestas conversas é uma alegria.
E ando precisado delas...

Anónimo disse...

Ainda a Propósito de Obdiência e Disciplina Muita coisa Há para refletir,por exemplo nas nossas estradas onde viajamos todos os dias,Quantos condutores Não obdecem às minimas regras de signalisação que aprendemos ao passar o codigo da estrada e à disciplina e respeito que devemos ter para nosso próximo,pois é da responsabilidade de cada condutor velar pela sua segurança assim como a de todos aqueles que nelas conduzem.
Que cada um de nós pense nestas duas palávras antes de apertar o seu cinto de segurança,talvez qualquer coisa posssa melhorar todos os dias para todos nós.Obrigado em nome de todos os conductores.
Amélia