segunda-feira, fevereiro 21, 2011

Para uma antologia!

De aspalavrassaoarmas, do Cid Simões, com aplausos... sem reticências (ou assins-assins):

Sábado, 19 de Fevereiro de 2011

MEIAS-TINTAS
ou
ASSIM-ASSIM


“Ser descontente é ser homem”
Fernando Pessoa

“Vamos andando assim-assim, não é verdade?” A afirmação embebida de interrogações foi lançada ao grupo que tomava a bica matinal, por um sujeito portador de máscara-sorriso-convencional.

O senhor António, homem de convicções, detestava as meias-tintas, além do mais não estava nos seus dias, bebeu de um trago a bica-curta, olhou de frente o recém-chegado e disparou:

“Eu estou assim, e o senhor assim está, o que não significa que estando ambos deste modo, estejamos os dois assim-assim. Detesto a neblina, prefiro a enxurrada.”

O homem máscara-sorriso-convencional, apertou o nó da gravata, remexeu-se dentro do casaco, olhou à sua volta, soltou uma amostra de pigarro e quedou-se, enquanto outro dos visados, “virado do avesso”, engasgando-se logo ao primeiro golo de café, não deixou passar o “insulto”:

“Não gosto da vida assim-assim, é o pior que nos pode acontecer. É o indefinido, o não anda nem desanda, o marasmo que arrasta a perda de horizontes, a mornaça que atabafa os espíritos. Não é cólica nem diarreia, é prisão de ventre. Um desconforto!”

“Já imaginou o que é um indivíduo, um povo, uma autarquia ou um país assim-assim”? hem! Já imaginou? Se nos dispuséssemos a ficar assim-assim estávamos acabados!”

A máscara virou o sorriso para a porta espreitando a fuga, e o homem achou que as coisas já não estavam assim-assim. Triste ideia a de ter saído de casa!

“Estar assim-assim, é ter perdido as emoções que comandam o gosto ou o desgosto de viver, não estar contente nem descontente, olhar e não ver, comer sem apetite, um desconsolo! Procure colocar-se nessa situação, faça um esforço e diga-me se não é de ficar apavorado.”

“Uma reforma assim-assim dá para ir vegetando, e vegetar é gastar a vida sem interesse e sem emoções, levar uma vidinha que se arrasta por entre o paciência-podia-ser-pior, o se faz favor, o muito agradecido, o desculpe se incomodo. O assim-assim é um mal-estar que nos envolve sem sabermos de onde vem; prefiro a topada.”

Hirto e de sorriso aos pés, o homem não sabia como se desenvencilhar da encrenca em que se havia metido. Aferiu que estava entre gente insatisfeita e balbuciou: “Mas... um... um governo assim-assim... sempre seria melhor que...”

O empregado de mesa deixou cair a bandeja, e por entre o estardalhaço explodiu um vozeirão:

“O assim-assim é o caminho privilegiado para o ainda pior”. - Fez-se silêncio, e a interrogação surgiu tonitruante. - "E sabe porquê? Porque o assim-assim é a inércia. Sabe o que é a inércia? É o vai para onde te empurram!”

O sorriso rastejou até à porta deixando só o homem já sem máscara. “Melhor seria ter estado calado.” Concluiu. “Quando não se tem trincheira apanha-se de todos os lados.” Cogitou.

O Manuel Caveira, de olho vivo, ouviu, ouviu e sentenciou:

“Estar assim-assim é uma merda!”

9 comentários:

Justine disse...

Excelente!

Graciete Rietsch disse...

Pois é . Estar assim asim é estar conformado e nós preciamos de ideias firms e e atitudes.

Um beijo.

Pata Negra disse...

Assim como assado mais vale ir dizendo "cá se vai indo" ou "lá se vai andando"

Um abraço assim (só uma vez)

Anónimo disse...

Pata Negra dá bem o retrato do revisionismo pedinte e submisso que reina neste país de Camões e Pessoa. É como diz Camões; um contentamento descontente, fruto dos remorsos que vendidos ao capital, os C. Silvas e outros opurtinistas de maia-tigela deixaram os trabalhqadores de mãos vazia e o banqueiros de mãos cheias.
Não têm vergonha?

Sérgio Ribeiro disse...

Pois é, amigos, andam por'í umas tristezas tão tristinhas qu'até dá pena.
Não lhes ligues, pata negra, dá-lhes c'a pata!

(opurtinistas?! não encontrei no dicionário...)

samuel disse...

... que isto, as opurtinidades de dizer tulisses anonimamen-te não se devem dexperdissar...
Ó anónimo das 14:32, não se amofine... eu quero crer que os "opurtinistas" são uma gralha... e até entendo que quem ataca tão frontalmente o "revisionismo" não goste de rever os textos. :-))) :-))) :-)))

samuel disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Manuel Gomes disse...

teste

Jorge Manuel Gomes disse...

Camarada Sérgio,

Como detestamos as meias-tintas e os assim-assim, lá estaremos na GRANDE MANIFESTAÇÃO NACIONAL a 19 de Março (sábado), em Lisboa, para demostrar a nossa indignação com este "status quo" rosa&laranja.

http://cgtp.pt//index.php?option=com_content&task=view&id=1955&Itemid=1

Um abraço desde Vila do Conde

Jorge